Alongamento para coluna: 5 principais benefícios

Alongamento para coluna

Alongamento para coluna

Alongamento para coluna: 5 principais benefícios

Com o aumento de adeptos ao mundo fitness, o número de pessoas praticantes de esportes e atividades físicas cresceu proporcionalmente. Com isso, muitas pessoas acabam se aventurando a praticar e executar atividades a esmo. Praticar atividades físicas é sem dúvidas muito importante, todavia, alguns cuidados devem ser tomados. Este é o caso do alongamento para coluna.

É normal que a nossa musculatura fique mais rígida com o passar do tempo, principalmente quando não nos movimentamos por muito tempo. Logo, nossos músculos podem receber um excesso de tensão. O que por sua vez, pode inibir as funções musculares e articulares, os deixando assim mais rígidos.

Já quando colocamos os nossos músculos em movimento, essa tensão é aliviada. Ou seja, a prática de atividade física regular não só vale para mantermos o corpo em forma, mas também é fundamental para deixar nossos músculos e articulações sempre fortes e saudáveis.

E embora muitos praticantes pulem o alongamento para coluna, este proporciona muitos benefícios para a saúde e funciona como um verdadeiro aquecimento para os exercícios que virão a seguir. Além disso, o alongamento para coluna se torna indispensável para quem sofre de problemas nas costas e precisa se exercitar. Mesmo podendo ser realizado de forma autônoma, quando realizado com a ajuda de um profissional se torna ainda mais eficaz.

O alongamento para coluna é de fato primordial para evitar problemas futuros, como lesões ou dores nas costas. Em suma, a região lombar e cervical, normalmente recebem muita carga durante os exercícios mais comuns e podem ser sobrecarregadas. Para evitar possíveis danos, é preciso separar um tempinho para se alongar antes de iniciar os exercícios.

No próximo tópico, confira quais são os princípios para se fazer um alongamento de forma eficaz e eficiente. Posteriormente, confira os 5 principais benefícios do alongamento para coluna.

Princípios para executar um bom alongamento para coluna

Em síntese, os princípios do alongamento são para melhorar a flexibilidade dos músculos e prepara-los para os exercícios que serão executados a seguir. São diversos os tipos de alongamentos que trabalham: pernas, braços, quadris, ombros, pescoço e claro, a coluna.

Sem dúvidas, o alongamento para coluna, assim como os demais, são essenciais para evitar lesões ou distensões. Isso porque quando nossos músculos estão frios, as chances de distende-los são maiores. E quando nos movimentamos eles são aquecidos mais rapidamente. O alongamento atua exatamente nesse intermédio e trabalha os músculos aquecendo-os de forma gradual e preparando-os para os exercícios.

Embora os alongamentos para coluna são extremamente importantes, é preciso ir com calma para não exagerar. Já que exageros podem causar pequenas lacerações nos músculos, inflamações e dores. É importante salientar ainda que, durante o alongamento para coluna ou demais tipos, não se deve sentir dores. Caso isso aconteça recue e procure executá-lo novamente, persistindo, não hesite em procurar um especialista.

O indicado é que os alongamentos sejam executados por ao menos de 30 a 60 segundos para que sejam realizados de forma correta e com segurança. Além disso, é importante alongar ambos os lados do corpo igualmente e manter a respiração normal, evitando inclusive prender a respiração durante o alongamento.

Outro princípio básico, mas também importante, é que o alongamento para coluna não deve ser executado quando houver lesões ou dores crônicas. A menos é claro, que sejam executados com o auxílio e orientação médica. Em resumo, para executar um bom alongamento para coluna de forma correta:

  • Relaxe e respire normalmente;
  • Alongue por pelos menos de 30 a 60 segundos;
  • Não exagere;
  • Alongue ambos os lados do corpo igualmente;
  • Comece o alongamento gradualmente, sem forçar demais;
  • Evite alongar regiões lesionadas ou distendidas sem orientação ou auxílio médico.

5 Principais benefícios do alongamento para coluna

Precipuamente, para que uma coluna seja saudável e possua sua mobilidade preservada na hora de praticar qualquer atividade, é preciso que ela tenha força, flexibilidade e estabilidade. Desta forma, o alongamento para coluna é uma ótima forma de prevenir e manter a coluna cervical sempre saudável. Confira a seguir 5 principais benefícios do alongamento para coluna:

1.    Melhora a flexibilidade

Um dos principais benefícios do alongamento para coluna é o aumento e a melhora da flexibilidade. E fato é que, quando nossos músculos estão flexíveis, nosso desempenho, seja nas atividades físicas ou diárias é muito melhor.

Mas afinal, como melhorar a flexibilidade com o alongamento para coluna? Bem, a flexibilidade pode ser melhorada com alongamentos dos tipos estáticos e dinâmicos.

O alongamento estático é a forma mais comum, sendo aqueles exercícios realizados em um período específico. Ou seja, quando a posição do alongamento é mantida por alguns segundos. Já o alongamento dinâmico, é aquele em que se executa trechos com movimentos repetidos. Logo, são aqueles movimentos que costumam imitar os movimentos das articulações.

Além do mais, o alongamento para coluna não só ajuda a manter a flexibilidade, como também auxilia na recuperação da flexibilidade perdida com o passar dos anos.

2.    Aumenta o fluxo sanguíneo

Além de promover uma melhora na flexibilidade dos músculos, o alongamento da coluna também aumenta o fluxo sanguíneo nos músculos e consequentemente melhora a circulação.

Em síntese, o aumento do fluxo sanguíneo nos músculos ajudam na recuperação de algumas lesões. Bem como, atuam no alivio das dores musculares causadas por algumas doenças como: artrite, fibromialgia, inflamação do nervo ciático ou tendinite. Todavia, é importante salientar que para estes fins, devem ser feitos com cuidado, moderação e acompanhamento médico.

3.    Promove uma boa postura

Basicamente, a postura é a forma como o nosso corpo se porta quando está andando, sentado, deitado ou de pé. Quando mantemos uma postura ruim, pressionamos nossa espinha, músculos e ligamentos de forma negativa, causando pressões e sobrecargas em certas partes do corpo. E assim, causando dores musculares, distensões no pescoço, ombros e costas.

Com isso, afim de encontrar uma posição confortável, mantemos uma postura ruim e isso vai se prolongando. Já com uma rotina de alongamento para coluna, reduzimos essa sobrecarga nas articulações musculares e consequentemente nos reeducamos em termos de postura.

Ademais, por ter como objetivo a manutenção dos níveis de mobilidade articular e elasticidade, estes fatores quando associados, contribuem positivamente para a melhora da postura, aliviando inclusive as dores causadas por essa má postura.

4.    Relaxa

O alongamento para coluna não somente é importante para manter uma coluna saudável, como também ajuda a relaxar e diminuir o estresse. Quando nos alongamos, relaxamos nossos músculos tensos e duros, sintomas estes associados ao estresse.

Além do mais, a sensação causada pelo relaxamento do corpo após a prática do alongamento, nos faz sentir bem, com o ânimo renovado e muito mais dispostos.

5.    Reduz o risco de lesões e contusões na coluna

Precipuamente, o alongamento para coluna quando realizado de forma correta, aumenta a liberação do liquido sinovial. Este líquido é um dos elementos que formam nosso sistema locomotor, dividindo funções com ossos, músculos, articulações e ligamentos. Basicamente, possui a função de lubrificar as articulações, reduzindo o atrito entre a cartilagem e os ossos. O que por sua vez, atua como prevenção e reduz o risco de desenvolver lesões e/ou contusões.

Além dos mencionados, o alongamento para coluna também atua: na diminuição da tensão muscular; reduz o estresse nas articulações; aumenta a elasticidade; previne espasmos e lesões; evita o desgaste natural das articulações; alivia dores nas costas causadas pela má postura; melhora a coordenação e o equilíbrio.

Desta forma, muitos especialistas recomendam que o alongamento para coluna seja realizado tanto antes, quanto após o treino. Isso porque, músculos encurtados e tensos limitam os movimentos, afetam a postura, diminuem a flexibilidade e podem causar desconfortos e dores. Já quando realizados de forma eficiente, inclusive, auxiliam na recuperação da coluna e promove o alivio das tensões.

Dicas e informações importantes

Em suma, o alongamento para coluna pode ser realizado todos os dias. Entretanto, alguns cuidados devem ser levados em consideração. Uma dica importante é não esquecer de respirar adequadamente durante os movimentos. Já que uma respiração correta colabora para um melhor alongamento e garante seus benefícios.

Além disso, outra dica bacana é respeitar e executar os movimentos de acordo com o tempo estabelecido. Esse tempo varia de alongamento para alongamento e deve ser respeitado. Todavia, é preciso ter cuidado e respeitar as limitações do próprio corpo. Desta forma, você conseguirá aproveitar o alongamento para coluna e seus benefícios sem correr o risco de se lesionar.

A escolha do lugar também é importante, escolha um local que lhe dê liberdade e privacidade para realizar o alongamento, de forma que, caso seja surpreendido não seja obrigado a realizar movimentos bruscos. Além disso, o ambiente escolhido não deve conter muitos obstáculos para que durante o alongamento você não corra o risco de esbarrar e se lesionar.

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é nos casos de doenças e dores pré-existentes. Caso você sofra de alguma doença como a osteoporose, artrite ou possua dores intensas nas costas, antes de realizar o alongamento, é necessário que se oriente com um fisioterapeuta ou ortopedista de sua confiança. Pois, dependendo da causa das dores e problema existente, o médico poderá indicar determinados tipos de alongamentos que serão mais eficientes e apropriados de acordo com as suas limitações.

Quem deve evitar os alongamentos para coluna?

Basicamente, pessoas que sofreram uma fratura ou desgaste nos ossos recentemente e estão com seus movimentos limitados; pessoas que sofrem de inflamação ou infecção nas articulações; pacientes com sintomas de osteoporose ou que foram diagnosticadas com alguma doença em que os alongamentos não sejam indicados, devem evitar também o alongamento para coluna.

Nos casos citados, é de extrema importância que o interessado busque ajuda e acompanhamento médico para tratar o problema. Desta forma, praticando o alongamento para coluna apenas com a liberação, orientação e recomendação do médico responsável.